domingo, 11 de dezembro de 2011

Breve lembrança


Um dia eu sei que tudo irá mudar
E nesse dia você não passará
De uma breve lembrança em minha memória.

Estou bem


No impulso de te ligar 
E sentindo a sua falta aqui comigo
Pego o telefone e ligo para um amigo
E ao me perguntar como estou
Digo que estou bem.

O que importa?


Sentado no banco da praça
Ouvindo um bela música
Admirando  a beleza da lua cheia
e das estrelas
Porém sem o mais importante
VOCÊ!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Eu e o amor, no tatame


Procuro ainda alguma proteção,
Mais um golpe, estou no chão,
O amor caçoa então:
"Quer morrer, danada?
Não vai lutar não?"
O amor ri.
"Não doeu, nem senti!"
O amor interpreta mal...
"Ah! Quer me seduzir?"
"Pode me matar, amor, eu estou na sua mão."
O amor me olha de cima, então:
"Querida minha,
Eis o segredo da esfinge,
Eis o problema diante da solução:
Matar-se é matar-me 
E matar-me é matar-te."

O amor então me beija.