terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Isolar não é fugir


Isolar-se do mundo não é querer fugir
É querer resolver os problemas internos
Para em seguida resolver os do mundo.

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Amor-confiança


Há certas coisas na vida que não dá para ter pela metade
E uma delas é o que se chama Amor-confiança.

Nem sempre o que sai da boca 
Condiz com o corpo e a alma.

Quem vê corpo não vê alma



Quanto maior a tempestade na alma
Mais paz aparenta ter o corpo.

Vida em poemas


Transforme sua vida em um livro de poemas
Se não for possível
Que pelo menos o mais importante seja, sua alma
Pois assim, de uma hora para outra 
Você começará a se transbordar de tudo que há de mais belo.

Ser Humano


A gente sempre almeja ter uma vida tranquila, ter paz
Mas não percebemos que somente temos isso quando morremos
E que problemas e turbulências são méritos dos vivos
Então pare e pense...
Vivemos querendo algo que um dia teremos de qualquer forma
E enquanto isso perdemos o que realmente deveríamos dar valor.

Onde o sonho vence o sono


4h27 da madrugada
E eu ainda aqui
Estudando
Quer realizar o seu maior sonho?
É isso ou nada
Infelizmente a luta é árdua
Mas o sonho é maior.

Interior X Exterior


E quando durmo
Quando o interior toma conta de tudo
Você habita os meus sonhos
Reacendendo meus desejos mais intensos
Mostrando ao meu exterior 
Que não adianta o que ele faça
Você sempre habitará o meu ser.

Há quanto tempo


E depois de tanto tempo
Um beijo
Tão forte 
Tão ardente
E acima de tudo 
Tão correspondido.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Quereres


Não quero ser seu bem
Porque é monótono demais
Não quero ser seu amor
Pois é muito restritivo
Também não quero ser seu coração
Pois na ausência dele você não vive
E não quero ser o seu tudo
Pois essa posição já é ocupada por Deus
Mas quero ser sua estrela,sua flor
A luz nas noites mais escuras
E o motivo para alegrar todos os seus dias.


quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Grilos


Adoro os grilos
Pois sempre que vou dormir suas lindas melodias estão presentes
Até mesmo quando não há grilos.

O que você me faz...


Mandar um sms 
E ficar segurando o celular
E o olhando fixamente
Até pegar no sono
Esperando que me responda.

Sonho/medo


Um sonho: Ser poeta
Um medo: Ser só depois de morrer.

Lembranças que se vão


Infelizmente as melhores lembranças estão se desfazendo com o tempo
Já que você não deu base para que elas permanecessem. 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Seja como uma barata!


Seja como uma barata
Pois mesmo se o mundo acabar
Ela ainda existirá.

Estrelas (III)


Vejam só o quanto as estrelas são egoístas
Depois que o viu comigo as admirando
Resolveram que só irão demonstrar sua beleza com a sua presença.

Primeira e cadente


Dizem para quando vermos uma estrela cadente fazermos um pedido
E que também deve-se fazer o mesmo para a primeira que vermos no céu
Foi o que eu sempre fiz
E essa noite vi uma, era a primeira e era cadente
Um pedido duplo?
Não sei, mas a questão é que não fiz nenhum
Por quê?
Será que já tenho tudo?
Que estou completamente feliz e satisfeita?
Será que quero tantas coisas que não sei qual deve vir primeiro?
Ou será que a estrela estava tão encantadora que me fez perder os sentidos?

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Felicidades?


Novamente ele vem se aproximando
Dessa vez um pouco mais desejado
Mas ainda com receio.

Estrelas (II)


Não que as estrelas não são mais as mesmas
É que elas também sentem a sua falta.

- Quieto coração! Pois o amor é traiçoeiro e pode te enganar facilmente.

Memórias que não se vão


Fico aqui pensando em você
Sonhando...
Lembrando do gosto dos teus lábios 
E do poder que você tem de me enlouquecer
Enquanto você está distante 
E nem ao menos deve se lembrar daquele acontecer.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

As estrelas, você e eu (Versão II)


Ao passar pela ponte,
Olhei para o céu
E lá estava a lua, linda
Exaltando ainda mais a beleza das estrelas
Para completar
A lua refletia sobre as águas
Que batiam nas pedras
Reproduzindo aquele delicioso som de cachoeira
E então, pensei em você
Em quanto iria gostar daquela cena,
Tão perfeita.

As estrelas, você e eu (Versão I)


A lua era crescente
E refletia sobre as águas
Águas que batiam nas pedras
Reproduzindo um som magnífico 
As estrelas brilhavam
De modo que me vazia lembrar de seus olhos voltados para mim
O coração ficou apertado
E então uma lágrima percorreu em minha face
Por tanto tempo admirei as estrelas
Mas em apenas poucas horas 
Você me mostrou que elas podiam ser ainda mais bela do que eu imaginava
Mas você não estava mais ali
E novamente era somente as estrelas e eu
Lamentando a sua ausência. 

Sem o mundo


Eu era sozinha
Daí você veio e me mostrou o mundo
E se foi
E eu novamente estou aqui 
Mas agora com a dor de não ter o mundo.

Conversa entre o cérebro e o coração


Coração: E aí! O que achou desse?
Cérebro: Tem cultura, é inteligente, divertido e me estimula.

Coração: É perfeito!
Cérebro: Nada é perfeito.

Coração: Mas é esse que eu quero amar.
Cérebro: Você não pode.

Coração: Como assim? Por que não posso?
Cérebro: Está longe do seu alcance.

Coração: Mas...
Cérebro: Sem mais!



Você me tira a inspiração


Você tira toda a minha inspiração
Pois quando estou com você,
Ou penso em você, o que é o tempo todo
Nada mais vem em minha cabeça
Somente o quanto você é capaz de me fazer feliz.

Incomodo


Se eu falar que não penso mais em você
Estaria mentindo
Penso sim
Mas posso disser, com certeza
Que não o amo
Pois o que pensei que ficou marcado em minha alma
Não existe mais
E nem sei se um dia existiu
Por isso guardo tanta raiva
Pois se um dia essa pessoa
Pela qual eu me apaixonei existiu
Você a matou
E se realmente ele nunca existiu
É por eu ter o inventado
Por fim, agora que já deixei de te amar
Quero deixar de te odiar
Quero tirar todo o incomodo da sua existência da minha alma.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Verdadeiros amigos



Há tantas pessoas neste mundo!
E pensar que 99% delas nunca iremos conhecer
Mas pelo menos 1% delas iremos formar um vinculo
Mesmo que seja simples
Mas haverá também aquelas que vamos conhecer
Que nem se vivermos quintilhões de anos
Não conseguiremos esquecê-las
E sabe por quê?
Porque elas irão fazer parte das inúmeras páginas deste livro
Chamado vida!
São aqueles que nos apoiam em todos os momentos
Quando caímos nos incentivam a levantar
Erguer a cabeça e continuar a andar
E quando estamos eufóricos nos dá base para não cairmos
São verdadeiros alicerces de nossas vidas.
São os chamados VERDADEIROS AMIGOS!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Poema = Cigarro


O poema é igual cigarro
Com apenas duas exceções
Ele limpa a alma, e
Não polui o corpo
E aí!
Tem um poema aí?

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013


Quer evitar aborrecimentos?
Fecha a boca e abra os olhos e os ouvidos.

Realidade (II)


Mude sua forma de ver as coisas.
E mude seu mundo,
Sua vida.
Então acordará de seus sonhos
E verá a realidade.

Realidade (I)


A capacidade da realidade de te chocar,
É bem maior do que a capacidade de um raio.