quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Borboletas


Borboletas bailam com o vento
Voam graciosamente
Leves como uma pluma
Mas quem as ensinou a voar tão perfeitamente?
Aí que está!
Ninguém as ensinou
Aprenderam sozinhas
Quem já viu o primeiro voo de uma borboleta?
Toda desengonçada e tão frágil
O medo pode ser grande
Mas mesmo assim não as impede
De sair pelo mundo
Em busca da felicidade. 

Capacidade


O homem é capaz
De mudar o mundo
Mas não é capaz
De comandar seu próprio corpo.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Estrelas, buracos negros e eu, será?


Pensando na questão, que cada pessoa parece com aquilo que admira
Pensei em mim
Sempre amei as estrelas
Mas não me vejo parecida
Talvez pelo fato de ser sozinha
Mas estrelas não desistem de brilhar
Estão sempre ali
Lindas e admiradas por muitos
Tornando noites escuras mais belas
O único problema é que 
Em algum momento
Estrelas se tornam buracos negros.

Algo que adora muito = Você


Cada pessoa cria alguma grande paixão
Algo que ela idolatra
Coisas simples como:
Rosas, borboletas, corujas, corações
Mas o que realmente elas não percebem 
É que passam tanto tempo admirando aquilo
Que acabam se tornando iguais
Observe!
Talvez não consiga ver em si mesmo
Mas basta observar os outros.

Quem é capaz de ouvir e entender as borboletas?


Borboletas  passam o dia a voar
Tão leves, tão soltas
Será que elas tem um objetivo?
Ou seu único objetivo é simplesmente viver o momento
E deixarem o vento as levarem?
Com suas asas tão delicadas e singelas
Bailam entre as flores
Coletando o néctar da vida
Muitos desejariam ser borboletas
Mas borboletas também já foram lagartas
E tiveram que esperar
Para se tornarem tão belas e graciosas
Porém sentar e esperar
não adianta nada
E muito menos correr atrás delas
Então, qual é o segredo?
Conquiste-as!
Como?
Não sei
Pois só quem é interiormente tão belo
E tem uma alma tão dócil
É capaz de ouvir e entender as borboletas. 


OBS.: Dedicado a uma grande amiga. 

Nem tudo pode ser o que parece


Morrer não significa deixar esse mundo
Uma pessoa pode morrer
E muito bem continuar vivendo nele.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Aliados


A morte é dolorida
Mas não para quem vai
E sim para quem fica
Eu me pergunto:
"Quem ela realmente quer matar?
Será que levar uma pessoa não seria só um pretexto?"
Pois quem vai
Muitas vezes nem percebe
Mas quem fica...
Ah! Esse sim
Ela corroê cada pedacinho
Sem dó, nem piedade
E o pior de tudo
Ela tem um aliado
Que torna tudo ainda mais destroçante
O amor. 

Perdão?


Se pretende entrar na minha vida 
É melhor pensar duas vezes
Nela não existe o perdão.

Pequeno, não diz nada


As pessoas tem que entender 
Que nem tudo que é pequeno
É brinquedo.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

2008


As vezes fico pensado
Por que você vive tristinho pelos cantos
E me vontade de fazer algo
Para te fazer feliz
Tento procurar uma solução
Mas não encontro nenhuma
Que faça feliz seu coração. 

Precisa-se de mais consciência


As pessoas deviam deixar de pensar um pouco em como tudo aconteceu no passado
E pensar em suas atitudes e formas para amenizá-las 
Caso contrario, em um futuro bem próximo
Não vão poder nem ao menos viver o presente.

Sem ilusões


É melhor decepcionar-se agora
Mas saber que amor de cinema não existe
Do que viver sonhando por algo irrealizável. 

Demorou, mas uma hora eu tive que entender


Por tanto tempo eu pensei que você fosse o amor da minha vida.
Mas você fez questão de deixar bem claro que eu estava errada.
Demorou, doeu, mas hoje eu entendi.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012


É possível imaginar tudo que se esconde por trás de um sorriso e de um olhar?